» Blog » Atualidades

Liberte-se das crenças sobre alimentação

Atualidades Essa é mais uma tentativa minha de mudar seu comportamento em relação à alimentação! Você já tentou diversas vezes medicamentos, fez dietas de modismos ou consultou profissionais magos para emagrecer? Então, leia essa história...

Vou escrever um pequeno relato de caso de um paciente obeso, muito querido, que está em processo de emagrecimento. Certamente essa história se repetiu inúmeras vezes nesses meus 16 anos de atendimento clínico.

CBM tem 27 anos e começou a engordar a partir da adolescência, por volta dos 11-12 anos. Os pais e a irmã são magros, o ambiente da família é saudável, a mãe nunca permitiu a entrada de “certos alimentos” considerados ruins dentro de casa. CBM sempre foi proibido de consumir doces, frituras e gorduras porque sua mãe tinha um terrível medo de ter filhos gordos. A mãe é extremamente vaidosa e vigilante com sua propria alimentação.

Todas as vezes que CBM tinha oferta de alimentos palatáveis e calóricos era uma alegria, mas ele precisava comer escondido para não ser repreendido pela mãe. Além disso, quando comia, sempre exagerava nas porções.

Atualmente, as pesquisas na área de obesidade evoluiram muito e comprovou-se que proibições geram culpa e compulsões alimentares, exatamente o que aconteceu com ele. Vocês obviamente conhecem o fim dessa história... CBM começou a engordar.

Essa época coincidiu com a da idade em que os adolescentes ficam um pouco afastados dos pais, se irritam com facilidade e se fecham em seus mundos. Ao mesmo tempo CBM começou a receber mesada do pai, porque era importante para família começar a oferecer educação financeira para o filho. CBM gastava todo seu dinheiro com doces, chocolates e lanches, fazia tudo escondido da família.

Começaram a busca por médicos e nutricionistas para tratamento, a família já está a mais de 15 anos nessa procura. Mas ninguém entendia o motivo do excesso de peso de CBM, afinal a alimentação no dia a dia era saudável. CBM tomou vários medicamentos, já fez a tentativa do balão, fez dietas muito restritivas, conseguiu emagrecer algumas vezes, mas sempre retornava ao peso original e por muitas vezes engordava mais um pouco. No momento estava a optar pela bariátrica, apesar de no íntimo não agradar da idéia.

Vocês conseguem perceber a causa da obesidade de CBM? Por que alguns profissionais com uma simples consulta, as vezes rápida e sutil não conseguirão realmente conhecer a essência do problema e ajudar o paciente? É preciso muita conversa, alguns encontros e muita cumplicidade entre o profissional e o paciente para se chegar ao sucesso. Uma equipe multiprofissional, com psicólogos, médicos, profissionais de educação física é fundamental no tratamento. Hoje CBM também está em acompanhamento com psicólogo, que mantêm constante contato comigo.

Ele está no processo há 6 meses, já conseguimos um emagrecimento de 18 kg, mas temos ainda 47 kg a serem eliminados. Estamos todos satisfeitos com sua evolução. Hoje ele não mais se sente culpado quando come determinados alimentos e nem se “premia” com comida. Decidimos que ele se premiaria com um jogo de computador, que ele tanto quer, afinal ele merece, não é mesmo?

E você, tem se sentido culpado com sua alimentação? Come quando está triste, ansioso, com raiva? Come demais até passar mal? Quais são seus verdadeiros motivos? Tente descobrir a essência de sua alimentação, coma para atender suas necessidades básicas e sempre com atenção. Conte comigo!

Nutricionista Mariana Herzog
Graduada pela Universidade Federal de Viçosa-MG (UFV)
Esp. Nutrição Clínica Funcional, Universidade Cruzeiro Sul São Paulo/CVPE
MS. Ciências Fisiológicas, Universidade Federal do Espírito Santo (UFES)
Sócia-proprietária da Dietética Refeições
You tube: Fala Nutricionista
Contato: nutricionista@dietetica.com.br



ar2
Webmail Compartilhar no Twitter Compartilhar no Facebook Resultados no Bing Resultados no Google RSS Feeds
 © 2012, Dietética Refeições - Todos os direitos reservados. (27) 3235-2499.
App Facebook Instagram You Tube