» Blog » Atualidades

Posso comer uma massa dra.?

Atualidades A resposta é sim, claro que sim! Saiba como fazer isso...

Diariamente os pacientes me perguntam se podem comer determinados alimentos que são considerados “vilões” das dietas. Chocolate, coxinha, massas, risotos, doces etc... Penso que as proibições geram um desejo muito maior pelo alimento que foi condenado e isso obviamente causará um descontrole quando há oferta.

Estamos num ambiente em que só se fala nisso. TV, jornais, internet e revistas. Até criaram o tal “dia do lixo”, que eu particularmente abomino! Afinal, comida não é lixo. Passar a semana inteira com base em restrições, com fome e com desejos, descontar tudo no tal “dia do lixo” me parece péssima atitude. Existem pessoas que contam nos dedos esperando o tal dia... rs. Reflita com base nos seus conhecimentos se isso pode resolver o problema de pessoas obesas.

A melhor opção é ter uma mudança de conduta em nossa maneira de compreender a alimentação. Precisamos de alimento para sobreviver. É obvio que precisamos de nutrientes para a saúde. Mas também podemos ter prazer com alimentação. Muito saudável apreciar os sabores, os aromas, uma deliciosa macarronada!

O problema é quando ocorre o descontrole. Comer uma barra de chocolate inteira não faz bem a ninguém. Mas, comer pequena porção, pode ser a solução. Como podemos conseguir isso? Que tal tentar com essas atitudes:

1 – Nunca esteja com fome avassaladora: se estamos com muita fome, naturalmente comeremos muito mais. Além disso, nessa situação, procuramos por alimentos mais calóricos.
2 – Mastigue devagar: primeiro coloque o alimento na boca e antes de mastigar, sinta o sabor. Mastigue bem, sinta a textura. Observe se o sabor modifica na medida em que vai mastigando. Engula o alimento líquido. Descanse os talheres entre as garfadas. Aprecie cada momento.
3 – Coma uma pequena porção: sirva-se com um pouco menos do que gostaria, ao terminar, certifique-se se está satisfeito ou se gostaria de um pouco mais. Isso vale também para doces e sobremesas. Pense que nada é proibido se houver controle sobre as quantidades.
4 – Pare de comer antes da saciedade plena: nunca se sinta estufado ou empachado após uma refeição. Termine satisfeito. Anote numa agenda quantas horas depois você sentirá fome novamente. O normal é dentro 3-4 horas. Se isso aconteceu, você conseguiu atingir o equilíbrio. Mantenha isso sempre, para todas as refeições.
5 – Certifique-se de que nenhum outro sentimento esteja te levando a procurar determinado alimento: perceba se há angústia, solidão, tristeza, medo, ansiedade, raiva ou stress. A busca por alimentos deve ser por fome, outros motivos não podem te levar a comer.
6 – Nunca sinta culpa ao comer: apague tudo o que está no seu consciente ou até escondido, no subconsciente, sobre conceitos errados de alimentação. A comida faz parte do nosso dia-a-dia, coma sem culpa, sem medo, sem ressentimento. Mas, satisfaça sua necessidade básica, não coma além. Conheça seu corpo, entenda seus limites.

O equilíbrio é a chave do sucesso e o segredo mais oculto das dietas. Afinal, o objetivo do mercado milionário é mesmo que a pessoa emagreça e volte a engordar. Dê um basta a tudo isso, conte comigo!

Nutricionista Mariana Herzog
Graduada pela Universidade Federal de Viçosa-MG (UFV)
Esp. Nutrição Clínica Funcional, Universidade Cruzeiro Sul São Paulo/CVPE
MS. Ciências Fisiológicas, Universidade Federal do Espírito Santo (UFES)
Sócia-proprietária da Dietética Refeições
You tube: Fala Nutricionista
Contato: nutricionista@dietetica.com.br



ar2
Webmail Compartilhar no Twitter Compartilhar no Facebook Resultados no Bing Resultados no Google RSS Feeds
 © 2012, Dietética Refeições - Todos os direitos reservados. (27) 3235-2499.
App Facebook Instagram You Tube