» Blog » Atualidades

Vicio por doces: semelhante ao vicio por drogas psicotrópicas... e agora?

Atualidades

Se você é daqueles que precisa comer um doce todos os dias e isso te impede de emagrecer... saiba que pode estar viciado e esse texto é para você.

O conceito da dependência alimentar é novo e complexo, mas muito importante para compreender e resolver o problema da obesidade. Semelhanças neurológicas ocorrem durante o abuso de drogas e comer certos tipos de alimentos, como doces, comida palatável, gordura com sal e gordura com açúcar. Meu foco é escrever-lhes sobre o vicio pelos doces.

Quando consumimos um doce estimulamos o centro de recompensa no cérebro que libera o neurotransmissor dopamina. Ao fazermos isso repetidamente e cronicamente o cérebro reduz o número de receptores para dopamina e fica instalado o processo de vicio.

Esse estímulo é maior quando misturamos açúcar junto com a gordura, imagine-se comendo um doce a base de frutas... agora, imagine-se comendo um pudim ou um chocolate. Qual das duas opções você comeria mais?

Dentre os sintomas de vicio por doces posso citar: desejo persistente por doces, tentativas fracassadas em eliminar o doce da alimentação, mesmo sabendo dos malefícios a pessoa continua comendo e consumo de grandes quantidades por longo tempo. Não temos dados de pesquisas com humanos sobre sintomas de abstinência ao se retirar o doce da alimentação.

O tratamento com o vicio em drogas inclui a retirada total da droga, sendo assim, eu proponho essa ação às pessoas que são viciadas em doces. Fiz uma pequena pesquisa em 16 pacientes da minha clinica viciados em doce e 94,3% se livraram do vicio seguindo essa técnica composta por três passos. Saiba quais foram:

1 – Retire todo açúcar da alimentação, adoçantes, mel e xaropes, verificando também o rótulo dos industrializados. Comece a perceber o sabor real dos alimentos. Você terá muita vontade no inicio, aguente firme e espere mais um pouco. Com sete dias a vontade será reduzida muito e após 14 dias certamente sua vontade terá desaparecido por completo.
2 - Deu vontade de comer doce? Substitua esse vicio por outro saudável. Por exemplo, comer alimentos com açúcar natural, nunca consumir alimentos que misture açúcar e gordura juntos. Incluir frutas doces na hora da vontade, como o caqui, a pinha, uma manga madura entre outras, frutas desidratadas como a tâmara, o damasco, mirtilo, mas limite o tamanho das porções. Você pode substituir por chás, palitos de cenoura etc...
3 – Inclua alimentos amargos na alimentação: quando a pessoa come muito doce, tem dificuldade ao sentir o gosto amargo, que certamente será muito forte pelo vício do paladar em açúcar. Com o tempo, passará a tolerar bem os amargos e a rejeitar o doce. Exemplo de alimentos amargos: café, jiló, chocolate 90-100% cacau, mostarda, almeirão, rúcula, rabanete e jiló.

Todas as vezes que você for comer um doce, você se lembrará dessa técnica com os três passos e naturalmente colocará em prática. Tente resistir. A única maneira de você descobrir o que pode acontecer é testando.
Envie-me um email (nutricionista@dietetica.com.br), assista ao vídeo no canal “Fala Nutricionista” no Youtube com o depoimento da minha paciente que utilizou a técnica e deixe seus comentários.

Nutricionista Mariana Herzog
Graduada pela Universidade Federal de Viçosa-MG (UFV)
Esp. Nutrição Clínica Funcional, Universidade Cruzeiro Sul São Paulo/CVPE
MS. Ciências Fisiológicas, Universidade Federal do Espírito Santo (UFES)



ar2
Webmail Compartilhar no Twitter Compartilhar no Facebook Resultados no Bing Resultados no Google RSS Feeds
 © 2012, Dietética Refeições - Todos os direitos reservados. (27) 3235-2499.
App Facebook Instagram You Tube